sábado, dezembro 15, 2007

CPMF

Eu sei que a CPMF é a Jeni do momento e provavelmente eu que receberei as pedras (para não dizer coisa pior) aqui, mas preciso fazer um comentário. A classe média encampou a briga errada. Sério, uma pessoa que movimenta (movimenta, não recebe) R$ 5 mil por mês, paga R$ 19 por mês de CPMF. Agora digamos que essa pessoa recebe R$ 5 mil. Ela paga 849,80 de Imposto de Renda retido na fonte!! Isso já considerado o escalonamento.
Encampamos a briga da indústria, dos informais e dos movimentadores de grande quantia. Não se viu em um minuto o Skaf brigar por diminuir o IR! Tirando o trocado que a classe média vai economizar por mês, alguém acredita que a economia que a indústria e comércio terão com o fim da CPMF será repassada para o consumidor em forma de queda de preço? Sinceramente? Não vai. Alguém já viu produto cair de preço porque caiu a gasolina? Eu nunca vi. E aumentar quando o combustível sobe? Sempre, né?
Pelo contrário, a primeira coisa que vai acontecer quando o governo aumentar IPI, CSLL, IOF é o empresariado repassar o aumento de preço para os produtos e o consumidor pagar mais. E aí, não será R$ 10 por mês, com certeza. Será aumento em tudo, do tomate à gasolina, num circulo conhecido.
E esse discurso de que "vai para os SUS que eu não uso porque pago plano de saúde" é furado: primeiro, porque é egoísta, você paga plano para a sua empregada? Segundo, porque usa o SUS sim, usa em um acidente, usa ao tomar vacina, usa ao vacinar o filho.
Eu também não gosto de pagar imposto, fico revoltada quando vejo meu salário líquido absurdamente menor do que o bruto. Mas nós vivemos em uma sociedade organizada que optou por ter um poder público e para tanto temos que ter impostos. Sim a carga tributária é um absurdo, sim poderia ser menor. Mas se é para pagar, eu prefiro pagar por um imposto que a maior parte vai para a saúde e que serve para coibir a sonegação.
Porque vocês acham que o sindicato dos camelôs de São Paulo se associou à Fiesp na briga para derrubar a CPMF? Parece balela governista mas não é: a CPMF é um mecanismo fiscalizatório, sim, a Receita arrecadou R$ 43 bilhões em multas com fiscalizações feitas com base na CPMF. Se cara paga muita CPMF e declara renda pequena, multa nele.
Nós estamos festejando o fim de um imposto que não poderia ser sonegado e na véspera de um pacote econômico que há muito tempo não se vê. Temos que discutir uma reforma tributária, obviamente, mas eu acho ingenuidade passar os dias criticando o Lula porque ele era contra a CPMF quando era oposição e esquecer que o Arthur Virgílio era o líder do governo FHC e dizia ser "um absurdo" acabar com a contribuição. Para mim, a classe média deu um tiro no pé.

PS: Pronto, falei.

Um comentário:

mário coelho disse...

Numa dessas, realmente pode ser sobre a descendência deles (vai saber...
CPF: o pior é a função fiscalizatória que o imposto tinha. Isso realmente foi uma rasteira das brabas.