segunda-feira, julho 14, 2008

Peace


Uma das coisas que eu mais espero da vida é que ela me ensine a ser mais calma. Que eu amadureça o suficiente para que, a cada possibilidade, o meu coração não venha na boca. Que eu consiga lidar melhor com cada decepção, sem ficar doente, sem ter gastrite por causa disso. Que ao ouvir uma possibilidade, eu encare isso como uma possibilidade, e não monte na minha cabeça todo o filme de como será minha vida antes mesmo de a possibilidade ocorrer.
O que eu mais espero da vida é paz de espírito. Que eu consiga sentar e esperar as coisas acontecerem. Que eu não sofra por antecipação. Que eu consiga ver o real tamanho das coisas, consiga ter perspectiva. Consiga manter o meu coração batendo a níveis normais. Consiga falar em um ritmo normal independentemente de o mundo parecer cair ao meu redor. Que eu não ache que o mundo está caindo ao meu redor.
Eu espero isso para tudo, para a minha vida pessoal, para a minha vida profissional. Admiro os jornalistas que se mantêm calmos mesmo se o ministro está caindo, se o presidente está renunciando. São tão poucos e passam a impressão de levar essa serenidade para casa todos os dias.
Espero que a vida me ensine que, nesses dias, não é bom tomar coca-cola e café alucinadamente, que isso só vai piorar a situação. Calma, serenidade, paz de espírito... é possível aprender?

2 comentários:

May disse...

quando vc conseguir, me ensina? e aproveita e põe aí na lista : aprender a não tremer feito uma vara verde e ficar sem ar quando seu filho se machuca ou está com algum problema, pq tudo que ele precisa é que vc passe segurança, e não de uma mãe histérica...será que aprendo essa tb!??!

beijos!

Larissa disse...

achei q era só eu nessa familia que sofria por antecipação

=)

tomara que a vida ensine e que isso passe geneticamente