quinta-feira, maio 08, 2008

Dilmão



Notícia velha, mas eu tenho que comentar. Eu nem precisava ser simpatizante de Dilma Rousseff para constatar: que oposição burra! Vocês viram? O Agripino citou uma matéria que a Dilma disse que mentiu na ditadura. Na cabeça do senador (do DEM, direitíssima, ex-Arena, ditaduríssima), isso mostrava que a ministra é uma mentirosa e que mentiria ali no depoimento também.
Levantou para ela cortar, né? Ela, com a emoção na dose certa, nem pouco nem demais, respondeu ao senador: disse ter orgulho de ter mentido, que salvou vidas com isso. Que tinha 19 anos e foi barbaramente torturada. Que mentir na tortura é mérito porque é muito difícil. E arrematou: “nós estávamos em momentos diferentes em 70, senador”. Ou seja: ele torturando e ela sendo torturada.
Oposição burra, nénão? A Dilma enterrou a questão do dossiê, se saiu extremamente bem, e está cada vez mais conhecida. Se eu fosse a equipe dela, lançava uma biografia no início do ano que vem, daquelas bem emocionadas. O caminho está sendo aberto: é Dilmão 2010, hehehe.

Um comentário:

KAZINHA LACERDA disse...

esse Agripino passou muito atestado de anta. Além de não saber nada sobre a pessoa q ele estava confrontando, não sabe nada da história do Brasil!